fbpx

Práticas são imprescindíveis para ofertar dignidade ao falecido e sua família, independentemente de religião, raça, gênero e idade

O mercado funerário segue apresentando crescimento ano após ano e a procura por empresas com aporte humano e estrutural de excelência, para atender perfis variados, torna-se um item primordial na hora de escolher a quem confiar as últimas homenagens a um ente querido falecido. Diante deste cenário, empresas como o Morada da Paz se destacam, já que estão em constante busca por acolher de forma inclusiva e sem discriminação.

Na sua experiência de acolhimento, o cemitério, crematório e funerária que é parte do Grupo Morada, e está localizado em Emaús, na grande Natal, segue um rito que se inicia com um atendimento às famílias enlutadas na busca por informações sobre as preferências quanto ao ritual de velório e sepultamento.

“Tudo acontece de forma a evitar qualquer tipo de imposição da nossa parte e com foco em atender à expectativa daquela pessoa que nos procura, e geralmente traz consigo orientações de como devemos proceder”, explica a coordenadora de acolhimento ao cliente do Morada da Paz, Jacyane Câmara.

Em meio a este processo, fica evidenciado como a equipe do Morada da Paz está preparada para lidar com a diversidade. “Desde a entrevista para ingressar no quadro de colaboradores, deixamos claro que o Morada da Paz trata-se de um cemitério ecumênico e todas as crenças são respeitadas. Nosso papel diante da sociedade é fazer com que os enlutados homenageiem seus entes queridos de acordo com as suas próprias religiões, convicções e demais orientações”, reforça Jacyane.

Respeito à diversidade

Colaboradora do Morada da Paz, a cerimonialista Lucineide Taveira lida diretamente e diariamente com as famílias enlutadas, e está entre as pessoas responsáveis pelo planejamento e execução das cerimônias de velório e sepultamento.

Ela recorda com carinho e muito respeito dos momentos em que esteve diante de cerimônias de pessoas que faziam parte de religiões de matriz africana e doutrinas filosóficas como o budismo, por exemplo.

“Objetos, instrumentos musicais, vestimentas, lideranças e outros elementos característicos dessas religiões encontraram aqui no Morada da Paz um espaço de liberdade, segurança e acolhimento para garantir uma despedida digna ao falecido”, afirma a cerimonialista.

Seguindo a linha da acolhida sem discriminação, o Morada da Paz oferece suporte psicológico especializado em luto para seus clientes, com o acompanhamento de profissionais de área. A presença de agentes de promoção de bem-estar psicológico, somada ao respeito que rege o dia a dia da empresa, auxilia na construção de um espaço considerado seguro receptivo para todos.

OPORTUNIDADE: Descontos de até 30% em serviços de uso futuro.

X